Inverno favorece o aparecimento de problemas oculares

Durante o Inverno, que começa oficialmente nesta quarta-feira (21), é bastante comum que o número de atendimentos em hospitais e postos de saúde tenha um crescimento considerável por conta de doenças respiratórias. Mas esses problemas não são os únicos que costumam dar o ar da graça nesta época do ano: a estação mais fria favorece, também, a incidência de males que afetam a saúde dos olhos.

O motivo, segundo a oftalmologista Renata Catem, é porque no frio a maioria das pessoas opta por ficar confinada em locais fechados, facilitando a propagação de infecções virais como a conjuntivite, doença altamente contagiosa e cujos principais sintomas são olhos vermelhos, secreção e coceira. O ressecamento ocular, mais conhecido como síndrome do olho seco, também é comum na estação, por conta da baixa umidade do ar.

A médica explica que essas doenças são, em regra, benignas e autolimitadas. Ou seja, a cura ocorre mesmo que não haja nenhuma intervenção médica. “No entanto, em alguns casos é preciso fazer medicações específicas, seja para aliviar os sintomas ou para evitar complicações”, esclarece, reforçando que somente um oftalmologista poderá dar o diagnóstico e determinar o tratamento adequado para cada caso.

De acordo com Catem, até mesmo o uso indiscriminado de colírios aumenta a chance de grandes prejuízos aos olhos. A oftalmologista traz como exemplo o corticóide que, utilizado de forma incorreta e frequente, pode elevar a pressão intra-ocular e causar a perda progressiva do campo visual. “Esses danos podem evoluir de maneira catastrófica para uma lesão irreversível do nervo óptico”, alerta a médica.

A boa notícia é que pequenas atitudes adotadas no dia a dia costumam reduzir os riscos de contrair problemas oculares durante o Inverno. Além de buscar se manter em ambientes arejados e limpos, é preciso evitar o contato das mãos com os olhos. “Nossas mãos são as principais responsáveis pela transmissão de doenças contagiosas para os olhos. Por isso, evitar esfregar os olhos, principalmente quando estiver fora de casa, minimiza bastante os riscos de contaminação”, endossa Renata Catem. Ainda segundo a oftalmologista, cuidados gerais como “manter-se hidratado, bem alimentado e descansado são primordiais para um sistema imunológico de qualidade”.

#olhos #cuidados #inverno #problemasoculares

Destaques
Posts Recentes