Blefarite costuma agravar no Inverno

Além da conjuntivite e do olho seco, problemas oculares com maior incidência no Inverno, a blefarite também pode causar bastante desconforto na estação mais fria. Geralmente confundida com o terçol, a doença é uma inflamação crônica na borda das pálpebras, cujos principais sintomas são olhos irritados, vermelhos e com casquinhas sobre os cílios. A origem pode ser infecciosa, alérgica ou tóxica. Os sintomas da blefarite costumam piorar com a queda das temperaturas, uma vez que a baixa umidade relativa do ar estimula o funcionamento das glândulas sebáceas e provoca o acúmulo de escamas oleosas na borda das pálpebras. Banhos longos e quentes, típicos dos dias frios, também favorecem a descamação. Como há tipos diferentes da doença, o tratamento a ser feito varia de acordo com a sua causa. No geral, é indicado que a região afeta seja higienizada corretamente, que compressas de água morna possam ser aplicadas nas pálpebras e que o paciente busque o auxílio médico com maior agilidade possível para as devidas recomendações.

#inverno #blefarite #conjutivite

Destaques
Posts Recentes